Prefeitura lança programas “Cidade Inteligente” e “Governo Sem Papel”

Iniciativas visam promover uma cidade mais conectada e sustentável

A Prefeitura de Ponta Grossa lançou na terça-feira (25) o programa “Ponta Grossa Cidade Inteligente” e a nova fase do “Governo Sem Papel”, desenvolvidos pela Secretaria de Fazenda e a Agência de Inovação e Desenvolvimento, em parceria com o Sebrae/PR.

Ressaltando a importância das iniciativas para o desenvolvimento do município, a prefeita Elizabeth Schmidt afirma: “Estamos comprometidos em transformar Ponta Grossa em um exemplo de inovação e sustentabilidade; estes programas reforçam nosso compromisso com a modernização da administração pública, facilitando a vida dos cidadãos e promovendo uma gestão mais eficiente e transparente”.

Através do Programa Cidade Inteligente, secretários e diretores poderão desenvolver novos projetos que promovam a inclusão e o acesso da população a serviços como o “Endereço Digital”. Essa ferramenta utilizará coordenadas geográficas, latitude e longitude, para a determinação precisa de localizações de imóveis, em parceria com o Google.

Tônia Mansani, presidente da Agência de Inovação e Desenvolvimento, destacou a relevância do programa. “Integrar Ponta Grossa ao ranking das 21 comunidades mais inteligentes do mundo é um grande feito; o ‘Cidade Inteligente’ chega para potencializar os programas de inovação existentes, sendo um pilar fundamental para o desenvolvimento contínuo de nossa cidade”, disse Tônia.

Conforme o diretor-técnico do Sebrae/PR, César Rissete, o objetivo é preparar o município para que adote soluções de inteligência focadas na melhoria de vida do cidadão e que fortaleçam o ambiente de negócios.

“Com o Programa, que une as experiências do Sebrae/PR e PTI, esperamos promover os modelos de cidades inteligentes, com a melhoria do ambiente de negócios, fortalecimento e estímulo à formalização de pequenas empresas, além de contribuir com a melhoria e aumento de serviços públicos para os pequenos negócios. A ideia é preparar os municípios para que efetivamente a inovação chegue até as pessoas”.

Já o programa Governo Sem Papel é uma iniciativa para agilizar, simplificar e tornar mais seguros os processos administrativos municipais. Através dele, a população pode realizar mais de 400 tipos de solicitações online, eliminando a necessidade de deslocamento presencial até a Praça de Atendimento da Prefeitura.

O secretário municipal da Fazenda, Cláudio Grokoviski, destacou a importância da sustentabilidade no projeto. “Essa é uma medida extremamente eficaz para o cidadão, para o poder público e de extrema importância para o nosso meio ambiente. A burocracia encontra a sustentabilidade através do Governo Sem Papel”, afirmou.

Na segunda fase do programa, novas funcionalidades serão disponibilizadas, incluindo a Autenticação GOV.BR, ranking de serviços, e uma área logada com as solicitações dos cidadãos. Desde a implantação, o programa já proporcionou uma significativa redução de custos e benefícios ambientais, economizando mais de 464,7 mil folhas de papel.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.