Megaoperação da Polícia Civil mira grupo que roubava veículos

Organização criminosa agia em Curitiba e Região Metropolitana

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) cumpre nesta terça-feira (18) 96 ordens judiciais contra uma organização criminosa ligada a roubos de veículos e adulteração de sinal identificador de automotor em Curitiba e Região Metropolitana. Equipes da Polícia Militar do Paraná (PMPR) e da Polícia Civil de Santa Catarina (PCSC) auxiliam no cumprimento dos mandados.

São 27 mandados de prisão temporária e 69 de busca e apreensão. A ação acontece simultaneamente em Curitiba, Fazenda Rio Grande, Pinhais, Piraquara, São José dos Pinhais, Pitanga, Jacarezinho, no Paraná e em Chapecó, Santa Catarina. Ao todo 260 policiais participam da operação.

A delegada Anna Karyne Palodetto conta que a ação é decorrente de investigação que apura roubos de veículos e outros crimes. “Em aproximadamente um ano, foram desvendados 27 roubos à veículos praticados em Curitiba e Região Metropolitana, bem como delitos de Adulteração de Sinal Identificador. A mesma associação criminosa está envolvida em tráfico de drogas, estelionato e porte/comércio ilegal de armas de fogo”, aponta.

A investigação apurou que os carros roubados eram vendidos em cidades do interior do Paraná e outros estados, como Santa Catarina, São Paulo e Alagoas.

O delegado-geral da PCPR, Silvio Jacob Rockembach, reforça toda a prioridade que foi dada durante a atual gestão no enfrentamento aos furtos e roubos de veículos. 

“Além do serviço convencional, aumentamos exponencialmente as operações de repressão qualificada, o que ajudou sobremaneira na redução de 43,5% dos índices desses crimes nos últimos cinco anos”, disse.

Em 2018 foram registrados 7.696 furtos e roubos de veículos, enquanto em 2023 foram 4.345. Os dados são da Secretaria da Segurança Pública do Paraná.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.