Indústria mexicana Cristalpet lança a pedra fundamental

Produção da empresa começa em julho de 2025 gerando 900 empregos diretos e indiretos

O evento de lançamento da pedra fundamental da empresa mexicana Cristalpet em Ponta Grossa aconteceu nesta quinta-feira (20), com o diretor da Envases, Álvaro Queijo, da prefeita Elizabeth Schmidt, do secretário municipal de Indústria, Comércio e Qualificação Profissional, Paulo Pinto, diretores da empresa, autoridades e secretários municipais. A Cristalpet integra o grupo mexicano Envases, atuando na fabricação de embalagens pet e reciclagem.

Durante a cerimônia, Álvaro Queijo destacou a importância que a cidade e a Prefeitura tiveram na instalação da empresa. “A procura por uma cidade que oferece as melhores condições para a nossa empresa foi grande, mas Ponta Grossa foi o município que mais nos recebeu bem. Aqui encontramos uma infraestrutura boa e confiável, uma localização excelente para facilitar o transporte da nossa matéria-prima, mas o fator principal para que a Envases se instalasse na cidade foi como a Prefeitura se disponibilizou a regulamentar de forma clara e objetiva os procedimentos administrativos, permissões e licenciamento”, destacou.

O lançamento da pedra fundamental cumpre o cronograma da empresa. Após a terraplanagem, que já está pronta, deve ser finalizada a construção do prédio de lavado e extrusão, com previsão de término em outubro deste ano. Logo depois deve acontecer a construção do prédio de injeção, que tem uma estimativa de finalização em março de 2025, iniciando as operações no mês de julho.

“Transformar Ponta Grossa numa cidade maior, melhor e mais humana é um grande desafio, o qual encaramos todos os dias. Colocar uma indústria como esta, que é referência em transformação e reciclagem de materiais, eleva o patamar de Ponta Grossa e também do Paraná, em termos de sustentabilidade. Queremos alcançar o posto de cidade mais sustentável da região Sul em curtíssimo prazo, na esteira de um forte investimento em educação ambiental, do resgate dos nossos valiosos arroios, da recuperação das nossas matas nativas e, principalmente, no fomento à consciência ambiental. O ambiente que estamos preservando hoje vai fazer a diferença na vida de todos, amanhã. Para investir, como nos mostra a trajetória ousada e inteligente da Envases, é preciso pensar grande. E nisso Ponta Grossa se supera a cada dia”, enfatizou a prefeita Elizabeth Schmidt.

O secretário de Indústria, Comércio e Qualificação Profissional destaca a importância desse momento para Ponta Grossa. “Temos o objetivo de fazer com que cada vez mais Ponta Grossa se destaque como um polo de investimento em infraestrutura, com trabalho consistente que incentiva o investimento. A Secretaria de Indústria e Comércio alcançou de 2021 até agora um número muito positivo de aproveitamento na cidade. São mais de R$ 6,5 bilhões de investimentos nesse período”, explica Paulo Pinto.

A Cristalpet é uma empresa que atua na fabricação de pré-formas de polietileno tereftalato (PET) por injeção, bem como de garrafas retornáveis e não retornáveis através do processo de sopro. Ela atende o mercado de embalagens para refrigerantes, sucos, águas minerais e óleos, além do mercado de tampas inteiriças de PEAD (polietileno de alta densidade). A nova indústria traz a Ponta Grossa um investimento de R$ 388 milhões e deve gerar cerca de 900 empregos diretos e indiretos. Atualmente a empresa tem uma produção anual de 43 toneladas de resina reciclada, o que indica a grande produção que também será feita na cidade.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.