Dados da PRF indicam aumento de mortes nas BRs do Paraná em 2024

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou um aumento de 6,5% no número de mortes em acidentes de trânsito nas rodovias do Paraná no primeiro semestre de 2024, em comparação com o mesmo período de 2023. O número de mortes subiu de 261 para 278, um acréscimo de 17 óbitos. Esse aumento está diretamente relacionado às colisões frontais, causadas principalmente por ultrapassagens proibidas ou forçadas e pelo excesso de velocidade.

Das 278 vítimas fatais, 93 morreram em colisões frontais, que ocorrem quando dois veículos colidem de frente, resultando em uma interrupção brusca da trajetória dos veículos e de seus ocupantes. Em 2023, foram 74 mortes desse tipo, representando um aumento de 21% neste ano.

Para ilustrar a gravidade dessas colisões, a PRF destaca que, a uma velocidade de 100 km/h, o corpo humano se comporta como se tivesse um peso 28 vezes maior. Em uma desaceleração brusca, os órgãos internos sofrem danos severos, pois tendem a continuar na mesma trajetória e velocidade. Nas colisões frontais, a soma da energia dos veículos envolvidos agrava ainda mais os danos.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.