Panificadora Escola ‘Tia Nastácia’ inicia produção

Parceria da Prefeitura com Rotary e Senac possibilitou a criação da padaria e a realização dos cursos

Com o início das aulas práticas do curso de Produção de Tortas, Doces e Salgados, a Panificadora Escola ‘Tia Nastácia’, realizou uma degustação dos alimentos produzidos pelos alunos para convidados da Prefeitura, do Rotary e do Senac, nesta quinta-feira (13), em sua sede. A produção das aulas normalmente é doada para os estudantes do curso.

A prefeita Elizabeth Schmidt participou da degustação e gostou do resultado, agradeceu o apoio dos Rotarys da cidade, pelos investimentos que possibilitaram a instalação da Panificadora Escola. “Estava tudo uma delícia. Por mim, os alunos já estão aprovados. Estamos investindo na formação destas pessoas em uma área que movimenta a economia local e que possui grande demanda,”

“Queremos que estes alunos tenham autonomia e possam contribuir para o fortalecimento da nossa economia. A Panificadora Escola é um espaço que proporciona essa oportunidade”, disse a presidente da Fundação de Assistência Social de Ponta Grossa, Tatyana Belo, que comenta que os alimentos produzidos nas aulas são encaminhados para as famílias dos alunos do curso.

José Emilio Mendes, vice-presidente do Rotary, que possibilitou os R$ 182 mil em investimentos de equipamentos na Panificadora Escola, por meio da Fundação Rotária do Rotary Internacional, também aprovou os alimentos da degustação. “É excelente o investimento do Rotary trazer resultados positivos para a sociedade ponta-grossense.”

Cristina Soltovski de Oliveira, responsável técnica do Café-Escola do Senac, da Estação Saudade, e coordena o programa pelo Senac. Segundo ela, a degustação é o resultado do curso que está acontecendo com uma carga horária de 80 horas. “Os alunos vão aprender todas as bases das tortas, tanto doce, quanto salgados. Eles ainda estão na metade do curso, mas já tiveram toda a parte teórica de boas práticas, e agora, colocam na prática os conhecimentos”, disse.

A coordenadora do Senac destaca que acontece simultaneamente o Curso de Auxiliar de Padeiro. “Este curso é profissionalizante com carga horária de 180 horas, que vai até setembro. Neste caso, eles vão aprender todos os tipos de pães doces e salgados e vão sair daqui preparados para ir para o mercado de trabalho ou então para poder fazer em casa para vender para empreender”, relata Cristina.

A coordenadora da Panificadora Escola Elaine Cristina Popoatzki, diretora de Segurança Alimentar da FASPG, comenta que as matriculas já estão abertas para as próximas turmas, nos CRAS. “Os interessados devem procurar o CRAS mais próximo da sua residência. Teremos cursos de Preparação de Pães Artesanais, de Padeiro e de Auxiliar de Padeiro. Tendo cursos que já iniciam em 24 de julho”, finaliza Elaine.

Gabriele de Brito é moradora do Andorinhas. E destacou fazer o curso é um motivador para sua carreira profissional, em busca do meu primeiro emprego, porque nunca trabalhou de carteira assinada. Além do curso de Tortas, Doces e Salgados, Gabriele já está inscrita no Curso de Padeiro, que começa em julho.

“Tenho três filhos, sou sozinha e consegui a vaga na creche para minha menorzinha e daí eu consegui a vaga no curso pelo CRAS. Sou beneficiária do Bolsa-Família, mas minha intenção é conseguir espaço no mercado de trabalho. Fiz entrevistas, mas precisava de qualificação e experiência. Com o curso, já consigo ter expectativa de melhoria na minha vida”, disse a aluna do curso.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.