Governo entrega terceira remessa de alimentos para as escolas estaduais

Investimento de R$ 45,1 milhões desta remessa garante aos alunos dois lanches e mais a merenda diária

O Governo do Estado, por meio do Instituto de Desenvolvimento Educacional do Paraná (Fundepar), está entregando a terceira remessa da alimentação escolar de 2024, somando cerca de 4 mil toneladas para as cerca de 2 mil escolas da rede. O envio dos itens começou em 22 de maio e deve ser concluído até 24 de junho. O investimento nesta remessa é de R$ 45,1 milhões.

Serão distribuídos insumos como arroz polido, arroz polido orgânico, arroz parabolizado, feijão carioca, feijão preto orgânico, fubá de milho, molho de tomate, canjiquinha, banha suína, farinha de milho, água de coco, bebida à base de soja sabor maçã, bebida à base de soja sabor uva, biscoito integral, biscoito polvilho salgado sem glúten, biscoito integral chocolate sem lactose, entre outros.

Também está incluída a aquisição de alimentos perecíveis e não-perecíveis que serão utilizados no preparo das refeições, servidas nos intervalos ou almoços, que integram o programa Mais Merenda instituído no segundo semestre de 2022. O programa garante três refeições por turno, acrescentando um lanche na entrada e outro na saída das aulas.

Até o fim do ano letivo, as escolas receberão cinco remessas do programa para garantir uma alimentação saudável e de qualidade para os estudantes. Além disso, há também a distribuição periódica de itens perecíveis, como carnes congeladas, pães, ovos, frutas e produtos da agricultura familiar.

Segundo Andrea Burakoski, da Coordenação de Logística e Monitoramento da Alimentação do Instituto Fundepar, os itens necessários para a alimentação escolar são enviados às escolas para garantir o preparo de refeições do primeiro até o último dia de aulas dos alunos. São 100% das escolas estaduais atendidas pelo programa, além das Ações Pedagógicas Descentralizadas (APEDS).

“A merenda é importante porque ela é um complemento que vai ajudar na educação nutricional das crianças, vai fortalecer o aprendizado, vai deixar os alunos mais concentrados, além de ensiná-los que os hábitos saudáveis dentro da escola são importantes e podem ser levados pra casa” completa a coordenadora.

“A cada entrega de novas remessas sabemos que estamos no caminho certo. O Mais Merenda é um programa de reconhecimento nacional e internacional. Serão feitas mais duas remessas até o final desse ano que ajudarão a manter uma alimentação adequada e equilibrada a todos os alunos da rede estadual”, comentou a diretora-presidente do Fundepar, Eliane Teruel.

PROCESSO – Os gêneros alimentícios não perecíveis (a chamada merenda seca) são entregues pelos fornecedores na unidade armazenadora do Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR-PR), em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. Os produtos são separados, pesados e acondicionados de acordo com o padrão de armazenagem e identificados por escolas, seguindo as guias de remessa emitidas pelo Fundepar, para então serem distribuídos.

MAIS MERENDA – Desde 2022, os mais de 1 milhão de alunos da rede estadual de ensino recebem três refeições por dia. O Mais Merenda oferece um lanche na entrada e outro na saída de cada turno, além da merenda regular que já é dada nos intervalos das aulas.

No Estado, 192 cooperativas vendem seus alimentos para a merenda da rede estadual, beneficiando cerca de 25 mil famílias de produtores. O investimento em alimentação previsto para todo o ano é de cerca de R$ 550 milhões.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.