Feminicídio em Ponta Grossa: Jaine Kochanski é homenageada nas redes sociais

Jaine Kochanski, vítima de feminicídio em Ponta Grossa, foi homenageada por uma página nas redes sociais dedicada à luta contra esse tipo de crime. Ela foi morta a facadas em sua residência no bairro Contorno, na última sexta-feira (5). O principal suspeito do crime é seu marido, com quem tinha dois filhos.

A página “Em memória das vítimas de feminicídio no Brasil” publicou, na manhã desta segunda-feira (8), uma mensagem em homenagem a Jaine:

“Carinhosamente dedicado à memória de Jaine Kochanski. Ela tinha 28 anos.

Jaine, a vida não acaba aqui nesse mundo, tenho certeza que Deus preparou um ótimo lugar pra você, em outro plano, em outra dimensão. Hoje você é um espírito de luz, um espírito eterno e por nós você será sempre lembrada com muito carinho e com muito respeito”.

Relembre o Crime

Após a repercussão das notícias sobre a morte de Jaine, o marido fez uma publicação nas redes sociais, onde confessou ter cometido um ato irreparável. Confira a declaração completa:

“Eu me pergunto o que faltou. Amor eu dava de sobra. Carinho. Sexo nunca neguei. Tínhamos uma família linda. Filhos lindos, agradeço a cada pessoa que me encaminhou mensagem. Mas realmente eu fiz algo irreparável. A dor de vocês me dói demais, peço que cuidem muito bem do (filhos), eles são incríveis. Dói demais saber que nunca mais irei viver o papai chegou, para todas as pessoas que não me conhecem e me julgam nos comentários, só você passando por isso antes nunca irá saber qual seria sua reação.

Eu nunca jamais irei me perdoar por isso. Eu destruir tudo que eu tinha, um bom emprego, uma vida financeira estável. Para quem está falando que ela não traiu e eu que sou louco, tá aí. Eu peguei a localização dela. Ela estava lá depois. Ela mesmo me confessou. Tem áudio dela falando. Me perdoem pela dor que causei. Meus filhos (nome deles), eu amo demais vocês. Fiz algo que nunca mais terá como consertar na vida de vocês eu não conseguiria viver com isso (sic)”.

Acidente Fatal

O principal suspeito, Luiz Cezar Batista Valter, morreu em um acidente envolvendo um caminhão na BR-153, em Tibagi, logo após a morte de Jaine. Mais informações sobre o acidente podem ser encontradas aqui.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.