Atuação no RS é destaque no Dia do Bombeiro

Bombeiros paranaenses foram os primeiros a dar apoio ao povo gaúcho na enchente

O Dia do Bombeiro foi comemorado na terça-feira (2) de forma especial em Curitiba. Na cerimônia no quartel-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Paraná (CBMPR), o comandante da corporação, coronel Manoel Vasco de Figueiredo Junior, destacou o esforço que todos os bombeiros paranaenses vêm desempenhando não apenas em suas funções no Estado, como também em missões especiais em outras unidades da Federação.

Isso ocorreu novamente nesse ano. O CBMPR foi a primeira corporação de fora do Rio Grande do Sul a prestar apoio às vítimas das enchentes no estado vizinho. Em 52 dias de ação, os 158 bombeiros paranaenses que participaram da missão resgataram 1.220 pessoas e 552 animais, além de outras atividades de apoio às forças gaúchas. Além do Rio Grande do Sul, o CBMPR também prestou apoio em outros desastres fora do Paraná, como no rompimento da barragem em Brumadinho (MG) e nos desabamentos em Petrópolis (RJ).

“Mais do que nunca, o mandamento precípuo e pilar fundamental de nossa existência pôde ser visto na atuação conjunta de todos os Corpos de Bombeiros Militares do País nos desastres que assolaram o Rio Grande do Sul. Uma mobilização nunca antes vista na história da nossa Nação possibilitou o apoio aos nossos irmãos gaúchos diante de tamanha tragédia”, enfatizou Vasco. “Situações como essa nos possibilitam testemunhar que o componente mais valioso da nossa Instituição é o recurso humano, é a união de pessoas com o mesmo propósito”.

O secretário de Estado da Segurança Pública, Hudson Leôncio Teixeira, também aproveitou o Dia do Bombeiro para parabenizar o trabalho do CBMPR na missão do Rio Grande do Sul. Teixeira também afirmou saber bem da importância da corporação pelo fato de ele mesmo já ter precisado de apoio dos bombeiros militares. “Durante minha vida já precisei dos serviços prestados pelo Corpo de Bombeiros por três vezes, e valorizo muito a corporação, que pode sempre contar com o apoio da Sesp”, afirmou.

Durante a cerimônia, o comando do CBMPR prestou homenagem a civis e militares que auxiliam e contribuem para o desenvolvimento da corporação. Entre os homenageados estava o presidente do Instituto de Engenharia do Paraná (IAP), José Carlos Dias Lopes da Conceição. “O IAP tem contribuído muito com o Corpo de Bombeiros no desenvolvimento dos projetos de evolução e modernização da instituição, na área da segurança contra incêndio e pânico”, destacou o coronel Vasco.

O desfile da tropa de bombeiros encerrou a comemoração. Outro destaque da cerimônia foi a primeira apresentação da Banda de Música do Corpo de Bombeiros Militar do Paraná. O grupo foi organizado após a emancipação do CBMPR em 2022 e tocou todo seu repertório musical na comemoração do Dia do Bombeiro.

HISTÓRIA – Há 168 anos, no Rio de Janeiro, o Imperador Dom Pedro II, com o intuito de garantir a segurança da sociedade contra os incêndios, criou provisoriamente um Corpo de Bombeiros da corte, que foi a primeira instituição dessa natureza no Brasil. No decorrer da história, surgiram corpos de bombeiros militares por todo o território brasileiro, que tem como missão garantir a segurança da população em situações de emergência.

Para homenagear o bombeiro militar, o presidente Getúlio Vargas instituiu em 1954 um dia para enaltecer as provas de valor e bravura. Por tal motivo que através do decreto n° 35.309 de 1954, o dia 2 de julho é o Dia do Bombeiro, comemorado em todo o País.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.