Encontro mostra o potencial da UEPG em inovação e empreendedorismo

Connect Week Brasil 2024 foi organizado em Ponta Grossa pela ACIPG

A Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) promoveu um encontro entre estudantes, pesquisadores, empreendedores e comunidade para debater sobre tecnologia e inovação, além de apresentar seu potencial na temática. Entre 8 e 14 de abril ocorreu a Connect Week Brasil 2024, evento de tecnologia realizado a nível nacional e organizado em Ponta Grossa pela Associação Comercial e Industrial de Ponta Grossa (ACIPG), que reuniu instituições que promovem iniciativas de inovação, por meio da Agência de Inovação e Propriedade Intelectual (Agipi) e o Centro de Educação Empreendedora (CEE). Cerca de 450 pessoas participaram das atividades da UEPG durante o evento.A participação da UEPG no evento se deu pelo projeto Trilha da Educação, que englobou também a Faculdade Sagrada Família (FASF) e a Secretaria Municipal de Educação de Ponta Grossa, com o objetivo de fomentar a educação empreendedora nos ambientes de aprendizado. A presença da Universidade no Connect Week acontece na esteira de uma série de iniciativas que a Universidade, por meio da Agipi e o CEE, desenvolveu nos dias anteriores ao evento. Uma dessas iniciativas foi o curso “Empreender pra quê?” que ocorreu no CEE, em 06 de abril.

A primeira atividade da UEPG na Connect Week foi a oficina “Ensino e Criatividade- Trilha da Educação”, promovida pelo CEE no dia 9 e ministrada pela professora Gislaine Baniski, do curso de Administração, no Grande Auditório do Campus Central da UEPG. No dia seguinte, a Agência de Inovação da UEPG abriu suas portas para empreendedores, estudantes e pesquisadores para a realização do painel “Agipi-UEPG: Bastidores da Inovação”. A atividade reuniu mais de trezentas pessoas, que conheceram o Escritório de Propriedade Intelectual, a Incubadora de Projetos Tecnológicos e os projetos desenvolvidos pelas startups assistidas pela Agipi.

O coordenador da Agipi, professor Albino Szesz Júnior, destaca o potencial de inovação que a UEPG promove. “Ficamos bem felizes em participar e poder mostrar o que desenvolvemos dentro e fora da UEPG, em termos de inovação. Esta é uma oportunidade bacana de expor o trabalho que fazemos para a sociedade. Nossa expectativa é poder mostrar todo o potencial inovador da Universidade, que vai além da área de tecnologias”. O engenheiro químico e coordenador-técnico da InorfTive, uma das empresas incubadas pela Agipi, Vinícius Luiz de Carvalho, destaca que, ao mostrar seu potencial de inovação ao público, a Universidade mostra um dos seus principais papéis, de transformar a pesquisa em tecnologias utilizadas pela sociedade. “Percebemos que o público está interessado no que desenvolvemos e fomos receptivos para gerar uma interação bacana”, pontua.

A organização do evento promoveu no Connect Day, no dia 11, uma série de palestras sobre iniciativas que promovem a inovação em Ponta Grossa. Na sede da ACIPG, o professor Rodolpho Dellagrana, do Departamento de Educação Física, apresentou o tema “Parceria UEPG e Operário FC: Um case de inovação”, sobre o Centro de Treinamento do Operário no Campus Uvaranas e o potencial de promoção ao esporte por meio desta parceria, única no Brasil. “Penso que esta é uma oportunidade de mostrar que entre os pilares que constituem a Universidade, trabalhamos com inovação, de forma a pensar em como utilizá-la para melhorar a condição de vida das pessoas. No caso do projeto que apresentamos, o foco é trazer melhorias por meio da participação esportiva”, explica Dellagrana. Durante a apresentação, o diretor-geral do Ofec, Rodrigo Sautchuk, pontuou que a parceria é uma via de mão dupla: “Ela vai propiciar um crescimento muito grande pra o time, que almeja disputar grandes campeonatos e também vai é proporcionar que os alunos e professores da UEPG posso utilizar o Clube como um grande laboratório”.No mesmo dia, a coordenadora do CEE, professora Cleise Tupich Hilgemberg, ministrou a palestra “Inovação e Empreendedorismo na Educação Infantil e nos anos iniciais do Ensino Fundamental”, no Anfiteatro Municipal Eunice Miró Guimarães Cordeiro, no bairro Coronel Cláudio. A apresentação contou com a presença de cerca de 100 pessoas, em sua maioria professores da Rede Municipal de Ensino, e abordou formas de trabalhar o tema em aula. “Empreendedorismo, na verdade, é o estímulo para o desenvolvimento de novas forma de pensar. Foi muito prazeroso realizar a atividade e promover uma palavra de incentivo aos professores que apostam no ensino do empreendedorismo em sala de aula”, celebra a coordenadora.

Texto: Gabriel Miguel (UEPG)

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.